Trabalhar no Carnaval do RJ, SP, BA 2020 – Como Funciona, Vagas, Cadastro

A época mais esperada do ano por quem ama uma festa chegou: É Carnaval! Muito antes da chegada de fevereiro, uma porção de gente já se preparou para a maior festa de rua do mundo. Porém, enquanto muita gente está pensando na folia, outros estão pensando em faturar uma grana.

Palco de muitos shows e diversão, o Carnaval é também fonte de renda para muitas famílias. Entres estes quem pensa em trabalhar no Carnaval do RJ, SP, BA 2020. Eixos dos melhores Carnavais aqui também moram as oportunidades de faturamento.

Como é Trabalhar no Carnaval do RJ, SP, BA 2020 – Como Funciona, Vagas, Cadastro

Para quem quer trabalhar no Carnaval do RJ, SP, BA 2020 opções não faltam. Desde os produtos ofertados na rua até serviços para aliviar a barra de quem vai pra folia. A demanda de mão de obra está intimamente ligada às necessidades da folia.

Para os serviços de rua é preciso realizar cadastro junto ao órgão/prefeitura responsável, tais como:

  • Barracas com itens alimentícios;
  • Guias para venda de bebidas;
  • Cordeiros de bloco;
  • E outros

Já para quem quer curtir ao mesmo tempo em que trabalha, as vagas para receptivos nos blocos e camarotes fervem. Entretanto, elas costumam surgir um pouquinho antes do início da festa. É preciso ficar atento(a) às mídias oficiais das organizadoras que costumam publicar as oportunidades com antecedência.

A verdade é que todas as oportunidades precisam ser buscadas na fase pré-carnaval. No RJ ou SP, por exemplo, cujo Carnaval foca nos desfiles das escolas, é na preparação que as oportunidades de renda surgem. Já no caso da BA, elas são publicadas mais próximas dos acontecimentos festivos.

Contudo, sabemos que a maioria das pessoas lucram na informalidade. São serviços de pintura corporal, facial, venda de adereços, customização de abadás, quitutes e bebidas principalmente. Uma festa tão produtiva quanto o Carnaval não é desperdiçada por quem precisa gerar uma renda extra.

Este é o grande paradigma das festas carnavalescas, enquanto uns se divertem, outros trabalham. E há aqueles que dizem que, mesmo na labuta, o espírito festivo não deixa de se fazer presente.




Comentar