Vagas de Emprego Cortador de Tecidos

Os cortadores de tecido são os trabalhadores conhecem a especificidade de textura de cada um e consegue cortá-los adequadamente. Um dos nomes para essa função é cortador de confecção industrial e, apesar de parecer que eles apenas cortam panos, é preciso alto conhecimento específico.

Muitos dos cortadores de tecidos são formados por meio do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e sua remuneração é de até R$ 1.400,00. As empresas que têm chances para eles são as de sapatos, como as de roupa e as que fazem mochilas, dentre outras que utilizem tecidos. A jornada profissional deles tende a ser de 40 horas por semana.

Oportunidades

A maneira de esses cortadores acharem suas vagas é diversa, dependendo de qual Estado eles estão. Em São Paulo, por exemplo, o site Emprega SP ajuda os cidadãos que têm experiência ou que não têm, inclusive ex-prisioneiros, a saber das vagas: https://www.empregasaopaulo.sp.gov.br/imoweb/, além de ser de graça.

No caso dos que não estão em São Paulo, outro site útil é o Portal Emprega Brasil. Ele funciona de maneira semelhante ao paulista, mas sem perfis especiais, ou seja: ex-detentos, estudantes e profissionais especializados procuram as oportunidades juntos pelo https://empregabrasil.mte.gov.br/.

Outro recurso para os que estão em outras UF é o sistema Nacional de Empregos (SINE). As suas unidades cadastram pessoalmente os cortadores de tecidos e depois mostram a eles as possíveis vagas; com o cadastro físico, essas pessoas podem visualizar esses mesmos processos seletivos utilizando o aplicativo SINE Fácil.

Deve-se mencionar que a maioria das empresas de confecção têm seu método próprio para chamar os cortadores de tecido, que é com anúncio no seu portão. Assim, essas pessoas podem ficar atentas se não há uma placa com vagas e, ainda que não tenha, eles podem deixar o currículo ali.

As pessoas que trabalham nesse setor têm o Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT), que se configura em outra ajuda para os que estão no Estado de São Paulo. Destaca-se as agências de emprego, inclusive porque diversas delas aceitam currículos pelo seu site.


 



Deixe um Comentário: