Vagas de emprego McCain

Sediada no Canadá, a McCain é uma empresa alimentícia que trabalha com batatas. Fundada em 1909, a primeira fábrica de batatas congeladas foi criada no final dos anos 50 e era nela que o principal produto da marca começou a ser feito: as batatas fritas.

Hoje em dia, a empresa também produz o seguinte: noisettes, batata rústica, batata palito, canoas de batata, batata frita tradicional, anéis de cebola e os smiles, que são batatas em formato de carinhas. Os pacotes desses produtos têm vários tamanhos e os maiores podem servir até para os pequenos comércios de refeição.

A McCain existe no Brasil desde 1992 e tem um bom consumo, oferecendo até um blog com muita informação e uma área apenas para receitas; com ela, os consumidores descobrem que podem criar muitos pratos usando as batatas e os anéis de cebola da marca.

Por que concorrer a uma vaga na McCain?

As batatas são um coringa no prato dos brasileiros, sendo possível servi-las como acompanhamento de quase tudo. A McCain é uma multinacional que oferece bons salários e boas condições de trabalho, tendo seus produtos muito bem vendidos em todos os supermercados.

Aliás, os produtos dessa marca também atendem a quem faz refeições para vender: os restaurantes, por exemplo, podem comprar pacotes das suas batatas e utilizar em seus pratos. Com a McCain, inclusive, os funcionários têm plano de carreira e a autogestão.

Como concorrer a uma vaga na McCain

No Núcleo Brasileiro de Estágio, os estudantes de todos os cursos podem acompanhar se a empresa tem um processo de contratação de estágio e se candidatar: https://www.nube.com.br/.

Indica-se mandar o currículo para a McCain usando o Trabalhe Conosco presente no site oficial: https://sjobs.brassring.com/TGnewUI/Search/Home/Home?partnerid=25120&siteid=5029#home. O site é o global, ou seja, mostra chances de emprego para todas as unidades da multinacional e, por isso, está redigido totalmente em Inglês. Para cadastrar o currículo, o candidato tem de clicar em “Don’t have na Account yet?”.

A McCain não recebe os currículos nas unidades e, inclusive, não disponibiliza os endereços da empresa no Brasil.






Comentar