Vagas de Emprego para Marmorista

As peças de mármore, para serem transformadas em pias e em outras decorações, precisam ser trabalhadas pelo marmorista. Esse é o indivíduo que corta esse mineral e também faz o seu polimento, sempre com a medida que foi encomendada.

A pessoa que trabalha com o mármore tem de saber indicar ao cliente quais são os seus subtipos e quais são os recomendados para diferentes ambientes, além da sua manutenção. Também é o marmorista que realiza reparos nessa pedra, no caso de ela lascar e ser necessário lixamento, por exemplo.

Para ter essa profissão, é preciso realizar cursos específicos, havendo curso para rochas ornamentais em algumas franquias do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI). Os marmoristas podem ter até 40 horas semanais como carga e, normalmente, recebem em torno de R$ 1.500,00.

Oportunidades

Um dos jeitos de os marmoristas conseguirem vagas é consultando o Portal Emprega Brasil de forma gratuita: https://empregabrasil.mte.gov.br/. É preciso inserir “marmorista” no campo de procura de vaga, escolhendo depois alguma das localidades.

É comum que os municípios tenham alguma marmoraria e os que sabem cortar essa rocha e trata-la podem deixar nela o seu currículo. Os jornais destinados a anúncios de vagas podem ter esse estabelecimento na letra M, com todas as indicações para que os currículos sejam encaminhados.

Procurar as companhias de reformas ou de decorações é um passo para os que querem ser marmoristas. Inclusive, essas corporações podem ser localizadas com o LinkedIn, destacando sempre que o profissional só pode fazer contato com elas no caso de possuir um perfil.

É bom destacar que o Sistema Nacional de Empregos (SINE) faz anúncios para marmoristas em suas centenas de filiais. O cadastro presencial que se é obrigado a fazer é de graça e os funcionários só precisam da carteira profissional do marmorista e das suas informações pessoais, lembrando que aqueles que não tiraram a sua CTPS podem fazer isso lá.

Há órgãos estaduais que cooperam para a recolocação profissional e recomenda-se criar um cadastro neles também, como o Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT).


 



Deixe um Comentário: