Fim das autoescolas? Carteira de motorista em 2024 pode mudar com projeto na Câmara

Por: Vagas Abertas - Empregos, Notícias, Sine, Estágio e Aprendiz

Um projeto de lei em tramitação no Congresso Nacional pode representar uma revolução no processo de obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no Brasil. O Projeto de Lei 4474/20, proposto pelo deputado Kim Kataguiri (DEM-SP), visa tornar facultativa a frequência em autoescolas para a obtenção da CNH, uma medida que busca desburocratizar o processo e torná-lo menos custoso.

A proposta, que tem recebido atenção e apoio de alguns parlamentares, permite que os futuros condutores possam optar por métodos de aprendizado privados, sem a necessidade de frequentar uma autoescola. O deputado Kim Kataguiri destaca que o objetivo é tornar o processo de obtenção da CNH "menos burocrático e custoso".

Segundo o projeto, para os exames escritos, os órgãos de trânsito deverão disponibilizar material gratuito em seus sites, permitindo a autoinstrução. Já para o exame prático de direção, a instrução poderá ser realizada por instrutores independentes credenciados, desde que cumpram certos requisitos.

O projeto propõe uma mudança significativa no modelo atual, permitindo que os candidatos optem por métodos de aprendizado que se adequem às suas necessidades e rotinas, sem a obrigatoriedade de frequentar uma autoescola. Isso poderia democratizar o acesso à CNH, reduzindo custos e oferecendo mais flexibilidade aos aspirantes a condutores.